segunda-feira, 15 de abril de 2024
Família investe alto em negócio que acaba em pizza

Família investe alto em negócio que acaba em pizza

A Fabbrica di Pizza prevê investir R$ 3 milhões no próximo ano para a implantação de novas lojas no Brasil. A empresa goiana possui cinco unidades próprias em Goiânia e, no ano passado, iniciou a franquia da marca, que já tem duas pizzarias licenciadas. Mais: o negócio familiar tocado há 15 anos pela empresária Jacqueline […]

13 de novembro de 2017

A Fabbrica di Pizza prevê investir R$ 3 milhões no próximo ano para a implantação de novas lojas no Brasil. A empresa goiana possui cinco unidades próprias em Goiânia e, no ano passado, iniciou a franquia da marca, que já tem duas pizzarias licenciadas. Mais: o negócio familiar tocado há 15 anos pela empresária Jacqueline Calixto, irmão, marido e filhos já está de olho no competitivo mercado norte-americano, mais especificamente na Flórida, para abrir sua primeira unidade no exterior.

A empresária Jaqueline prevê dobrar o faturamento da pizzaria com o crescimento da rede em “caracol”

Os empreendimentos somaram faturamento de R$ 11,5 milhões, em 2017, e a empresa deve fechar o ano com um crescimento de 8%, sobre 2016. Para 2018, a expectativa é muito mais ousada. “Se os planos de expansão se concretizarem, a previsão é de dobrarmos o faturamento em relação a 2017”, informa Jacqueline Calixto ao EMPREENDER EM GOIÁS. Atualmente, cerca de 15 mil pessoas são atendidas mensalmente nas cinco unidades próprias da Fabbrica di Pizza, o que exige uma produção média de 12 mil pizzas por mês, além de outros pratos e sobremesas.

Apesar de ter como foco o crescimento da franquia para o ano que vem, a diretora e proprietária da Fabbrica di Pizza evita falar em números, quando o assunto é meta de abertura de novas lojas. Segundo ela, será uma “expansão em caracol”, começando com a implantação de novas unidades dentro do Estado, para depois chegar a outras regiões. “É uma forma de ter controle total dessa expansão e não se perder no crescimento”, explica a empresária, que diz já ter recebido demandas da franquia para Rio Verde e Jataí.

Rede atual
A matriz da Fabbrica de Pizza fica na Avenida T-11, no Setor Bueno, em um prédio próprio de cinco pavimentos, com 1.500 metros quadrados de área construída. O térreo é inteiramente ocupado pela pizzaria, que tem capacidade para 360 pessoas. No primeiro andar, acaba de ser aberto o espaço de eventos, que comporta 200 pessoas sentadas, e o restante do edifício é de salas comerciais para aluguel.

A Fabbrica di Pizza tem outra unidade no Setor Marista e mais três lojas piloto, pequenas, no modelo Express, com formato mais enxuto (apenas dez mesas) e voltada para o sistema de entregas delivery e “to go” (em que o cliente retira o pedido na loja para levar). Uma das lojas fica no Setor Jaó, outra no Shopping Cerrado e uma terceira, no Jardim Goiás (atendimento drive-thru). “A experiência em shopping deu super certo e o próximo passo é franquear para shoppings centers”, completa. No total, a rede tem 130 empregados diretos e outros 40 terceirizados.

A abertura para franquias foi em 2016 e a empresa possui duas franqueadas. Uma delas está em funcionamento no Setor Oeste (Express). A outra loja franqueada está em construção, em Anápolis, com início de atendimento previsto para 2018. Essa terá formato completo, aos moldes da sede da Fabbrica di Pizza, com ambiente amplo de atendimento, capacidade para mais de 300 pessoas, cardápio diversificado, área de entretenimento de ponta para crianças e salão para comemorações. O investimento inicial da franquia mais simples, a Express, é de R$ 175 mil, seguida da loja drive-thru (R$ 320 mil) e da completa (R$ 1,13 milhão).

Jacqueline explica que os planos para a Flórida surgiram em função do alto consumo de pizza verificado no Estado norte-americano. A Fabbrica contratou agência que está levantando quais as exigências legais da região para esse tipo de negócio, qual a necessidade de investimento e de capital, dentre outros detalhes. “Ainda não vou falar quando (a abertura de unidade nos EUA), mas será num prazo curto de tempo.”

 

TRIPÉ: QUALIDADE, ATENDIMENTO E INFRAESTRUTURA

Jacqueline Calixto afirma que o crescimento e o sucesso da Fabbrica di Pizza está diretamente ligado a um tripé: qualidade do produto, diferencial de atendimento focado no encantamento dos clientes, e a infraestrutura. Para se ter uma ideia, a “brinquedoteca” tem uma gama extensa de atrações para crianças de todas as idades, com monitores para cada ambiente. Tem área para bebê, com brinquedos apropriados para a faixa etária de até 1 ano e com sistema de câmeras, para que os pais aproveitem a pizzaria e acompanhem tudo o que se passa com os filhos, de longe.

Há também casinha de bonecas, minicastelo, minisupermercado, pista de carrinho, salão de beleza infantil e uma sala de games, com cerca de 15 TVs e as últimas novidades em jogos. Fora os brinquedos, a pizzaria também tem programação de oficinas pedagógicas (argila, colagem, garrafas PET, cupcakes, pizza etc). Tudo isso é oferecido sem custo adicional. “A Fabbrica é a primeira pizzaria no Brasil a oferecer brinquedoteca com monitores”, afirma a empresária, que destaca ainda a “Pizzada”, um serviço que leva o buffet de pizza para eventos residenciais.

A pizzaria também é reconhecida por receber grupos que vão comemorar aniversários (os garçons são preparados para cantar os parabéns, usando 20 temas diferentes), formaturas, confraternizações, amigos secretos e outras ocasiões. Todas das atrações caminham juntas com a qualidade do principal produto, cujo cardápio é constituído de 85 tipos diferentes de pizza  (60 salgadas e 25 doces). “Trabalho com produtos de altíssima qualidade, novidades em recheios, sempre em busca de inovação. O objetivo é encantar os clientes em todos os sentidos: produto, bem-estar e visual do ambiente. Para isso, treinamos constantemente nosso pessoal.”

NEGÓCIO COMEÇOU COM FESTAS EM CASA

Antes de abrir a Fabbrica di Pizza, Jacqueline Calixto era dona de uma escola de inglês, em Brasília (DF), sem qualquer experiência na área de alimentação. Ela conta que, há 25 anos, quando estava construindo sua casa, foi influenciada por um amigo pizzaiolo (que voltava dos EUA para o Brasil) a fazer um forno a lenha. Com o amigo, ela e a filha, Bruna Calixto, aprenderam a fazer pizzas e passaram a usar a receita com frequência para receber diversos amigos em casa. Durante muitos anos, o cardápio fez sucesso e rendeu elogios dos visitantes. Até que a inevitável ideia de transformar a produção de pizzas num negócio germinou.

A pizzaria foi montada por Jacqueline, seu irmão e a filha, em 2002, na Avenida T-38, onde se estabeleceu e ficou por oito anos, até perderem o ponto comercial, que era alugado. De lá, foram para o Setor Marista, unidade que permanece em funcionamento atualmente. Mas o aumento da demanda de clientes e a necessidade de se ter uma sede própria levou à construção do prédio de cinco pavimentos, onde hoje é a matriz da Fabbrica di Pizza, inaugurada em 2013, com investimentos de R$ 9,5 milhões. Para o negócio dar certo, Jacqueline também investiu muito em busca de conhecimento e inovação na área de alimentação, dentro e fora do País (cursos, feiras, workshops, livros etc).

Atualmente, além da filha, que se graduou em Gastronomia, e do irmão, a empresária também tem ajuda do marido, Humberto Calixto, na administração dos negócios, e dos outros dois filhos, Alexandre e Marcelo Calixto, que entraram para cuidar das franquias.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.