quarta-feira, 29 de maio de 2024
Disquinho Alimentos partirá para lojas próprias

Disquinho Alimentos partirá para lojas próprias

De uma produção que processou cinco quilos de carne, dentro da cozinha de casa, que resultou em 75 disquinhos, para a moagem diária de mais de 600 quilos de carne e produção de 9 mil unidades. Esta é a trajetória da Disquinho Alimentos, fábrica de produtos alimentícios, que teve início em 1995 e hoje se […]

16 de março de 2018

Vander Quirino e Ariane Ganzerli: produção de 75 para mais de 9 mil unidades por dia

De uma produção que processou cinco quilos de carne, dentro da cozinha de casa, que resultou em 75 disquinhos, para a moagem diária de mais de 600 quilos de carne e produção de 9 mil unidades. Esta é a trajetória da Disquinho Alimentos, fábrica de produtos alimentícios, que teve início em 1995 e hoje se prepara para conquistar novos mercados e iniciar um novo modelo de varejo em parceria com outros empreendedores. Em maio, a empresa vai inaugurar um quiosque no Village DG, no Setor Marista, em Goiânia.

“Vamos adotar um padrão de arquitetura e de disposição da vitrine. A ideia é que 80% dos produtos sejam nossos e o restante de parceiros”, afirma Ariane Ganzerli, diretora da Disquinho Alimentos. Outras unidades devem ser instaladas até o fim do ano. A empresa goiana gera 60 empregos diretos e 50 indiretos. Da linha de produção saem disquinhos de carne em dois tamanhos, nos sabores carne, frango, pernil com bacon, peixe, salmão e bacalhau. Nos próximos dias deve chegar ao mercado o sabor costela com mandioca.

“Sinto realizado o sonho que tive há vários anos: ver o meu produto nas gôndolas dos supermercados e de redes varejistas, concorrendo com as grandes marcas do setor de alimentos do País”, declara Vander de Paula Quirino, fundador do negócio, ao EMPREENDER EM GOIÁS.

A história da Disquinho Alimentos começou a partir da iniciativa do empresário mudar-se de Sanclerlândia, no Mato Grosso Goiano, para Nerópolis e depois para Goiânia, com a intenção de estudar. “Eu tinha o sonho de ser professor e comerciante. Me formei em Geografia pela UFG. Mas, durante o período em que estudei, fabricava salgados para vender aos colegas de faculdade e para alguns donos de bares. Colocava tudo dentro de uma mochila, montava em minha bicicleta e saía para as entregas”, conta.

Assim que o negócio começou a crescer, Vander Quirino adquiriu uma motoneta e depois, uma motocicleta Honda CG 125, que conserva até hoje. “A moto está guardada. É uma relíquia. Vou reformar e colocar em uma redoma de vidro, na sala da minha casa”, afirma. “Onde tivesse um bar, meus produtos estavam na vitrine, também vendia e entregava em residências”, afirma o empresário. Nesta época, as entregas eram feitas de motocicleta e a Disquinho Alimentos já começava a despertar para a necessidade de se consolidar no mercado.

A empresa prosperou e chegou a ter, em 1997, 80 empregados produzindo, de forma manual, cerca de 6 mil unidades por dia. Os produtos saíam da linha de produção prontos para o consumo imediato. Atualmente, a Disquinho Alimentos tem uma frota composta por oito motocicletas, cinco utilitários de pequeno porte e três caminhões.

Os produtos da Disquinho Alimentos também podem ser encontrados em grandes redes varejistas, como Empório Prime, Supermercados Tatico, Smart e Verdurão da Família. Os produtos também estão presentes em pequenos supermercados de várias cidades do interior de Goiás e em Araguaína (TO). O próximo passo é alcançar os mercados das cidades da Região do ABC Paulista. Para aumentar a participação no mercado, a empresa está ampliando a sua sede, localizada no Jardim das Esmeraldas, em Aparecida de Goiânia. Foram adquiridos dois terrenos, totalizando 800 metros quadrados, que vão abrigar a unidade de disquinhos. O prédio atual será dedicado à administração e à fábrica de pães de queijo.

Nova fase
A partir dos anos 2000, a empresa deu início a uma nova fase. A diretora Ariane Ganzerli conta que foram implantadas técnicas de controle e de gestão mais profissionais. A produção passou por processos de automação e foram colocados no mercado novos sabores e a Disquinho Alimentos passou a ofertar linha de congelados, além de diversificar com o pão de queijo. “Hoje as nossas vendas são distribuídas em 12% de produtos prontos e 88% congelados”, explica.

O maior mérito da empresa é o próprio produto, que une sabor e qualidade. “O comerciante que adquire nossos disquinhos não tem dificuldade para prepará-los para a venda ao consumidor. O produto não solta farinha, o que proporciona o aproveitamento da gordura para o preparo de outros salgados, além de ser crocante, saboroso e suculento”, explica Ariane Ganzerli. “É tudo natural”, enfatiza Vander Quirino.

O mercado exige que os produtos aliem praticidade e qualidade. Mesmo com a produção em grande quantidade, os insumos são todos selecionados, com origem de procedência. “No pão de queijo, por exemplo, só usamos ovos caipira e queijo curado. Posso dizer que é tudo feito de forma artesanal, se for levado em consideração o cuidado que temos com os nossos produtos”, assegura o empresário. A indústria recebeu o Selo de Qualidade Alimento Seguro, certificação emitida pelo Sebrae, bem como as Boas Práticas de Produção da Anvisa.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

2 thoughts on “Disquinho Alimentos partirá para lojas próprias”

  1. Laerte disse:

    Boa tarde gostaria de ser um representante do seu produto na região do vale do são patrício

    1. Ariane disse:

      Ola Laerte entre em contato conosco pelo 62.998685475 ou 62.32915475 será um prazer ter vc conosco