quarta-feira, 17 de abril de 2024
Empresa goiana tem a maior rede de artigos de festa do País

Empresa goiana tem a maior rede de artigos de festa do País

Maior rede de artigos para festa do País em número de lojas, a goiana HiperFesta caminha para consolidar essa posição. Neste ano, o grupo que já tem 50 unidades em sete Estados, completará 75 lojas e projeta chegar a 100 em 2019. “Queremos crescer em espiral, expandindo nas áreas onde já estamos e conhecemos bem”, diz José […]

21 de março de 2018

Danilo, Neto e Paulo: empresa comercializa mensalmente 1,8 milhão de artigos e produtos para festas

Maior rede de artigos para festa do País em número de lojas, a goiana HiperFesta caminha para consolidar essa posição. Neste ano, o grupo que já tem 50 unidades em sete Estados, completará 75 lojas e projeta chegar a 100 em 2019. “Queremos crescer em espiral, expandindo nas áreas onde já estamos e conhecemos bem”, diz José Hermínio Neto ao EMPREENDER EM GOIÁS, na sede da empresa, em Goiânia.

Neto e Paulo Henrique Agapito são os fundadores da HiperFesta, criada há apenas cinco anos e hoje conta com mais um sócio, Danilo dos Passos Lopes. A empresa comercializa mensalmente cerca de 1,8 milhão de artigos e produtos para festas, num portfólio de 20 mil itens que atende desde uma pequena reunião de amigos ou família até grandes eventos. São produtos nas áreas de confeitaria, guloseimas, embalagens, acessórios e souvenirs.

De acordo com Neto, os diferenciais da HiperFesta estão no preço competitivo, grande mix de produtos e atendimento especializado. “Temos tanto o autoatendimento, em que o cliente passeia pela loja com o carrinho, quanto a orientação na hora da compra. Muita gente chega na loja sem saber exatamente o que quer”, comenta o empresário, natural de Paranatinga (MT), que chegou em Goiânia em 1995 para trabalhar no varejo.

 

Crescimento

Das 50 lojas da empresa, 20 estão na Grande Goiânia. Cerca de 200 fornecedores abastecem as gôndolas da HiperFesta, que conta com 350 funcionários diretos e cerca de 1.000 indiretos distribuídos nos Estados de atuação do grupo: Goiás, Distrito Federal, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Minas Gerais e Santa Catarina. Com exceção do DF, todos os demais Estados ganharão novas unidades da HiperFesta neste ano.

O crescimento rápido e constante da empresa, conta Neto, se manteve inclusive durante os últimos anos de crise da economia brasileira. De 2015 para 2016, a HiperFesta quase dobrou de tamanho (93,6% de crescimento) e fechou 2017 com alta de 36% em seu faturamento, cujo valor os sócios evitam revelar. “Brasileiro é muito festivo. A pessoa pode reduzir o tamanho de sua festa, mas não deixa de fazê-la”, frisa Neto.

Profissional com grande afinidade com vendas, Neto diz achar que não nasceu para fazer outra coisa que não trabalhar no varejo. Começou ainda menino em sua cidade natal, auxiliando o dono de uma loja de ferragens. No final da adolescência, em 1995, aos 17 anos, muda-se para Goiânia e conhece o ramo de festa, como representante comercial.

Doze anos depois já estava numa sociedade, a DiFesta, com cinco lojas em Goiânia. Em 2012, com 10 unidades na capital, a sociedade se desfez. Então, em março de 2013, com apenas três lojas, Neto e Paulo inauguraram a HiperFesta, dando início à trajetória de expansão agressiva do negócio. O primeiro ano da HiperFesta somou sete novas lojas. Em 2015, foram mais 18 unidades e fechou o ano passado com 50 lojas.

Dessas 50 unidades, apenas 11 são franquias, com a marca filiada à Associação Brasileira de Franquias (ABF), num movimento freado em função da crise. “Foi quando fomos mais afetados pela crise em função do recuo das pessoas em fazer esse tipo de investimento. Mas vamos retomar a expansão das franquias, assim que tivermos estabilidade econômica no País”, afirma o empresário. Outro plano para o futuro está na construção de um centro de distribuição próprio, além de seguir abrindo novas unidades onde as oportunidades de mercado possibilitarem, diz o empresário.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

12 thoughts on “Empresa goiana tem a maior rede de artigos de festa do País”

  1. Valentino disse:

    Olá sou fabricante de canecas com gel gostaria de poder demonstrar meu produto.obrigado.

  2. Edna de Oliveira Silva Galdino disse:

    Quero trabalhar com essa franquia aqui em Ourilândia do Norte- PA. O que devo fazer? Como obter todas as informações para ter acesso a uma franquia hiperfesta ?

  3. Maria Leandro Nobrega Izza disse:

    Olá, qual valor inicial para abrir uma franquia da hiper festa?

  4. Sandra de Sá disse:

    Bom dia como posso me tornar um franquiado de vcs aqui no Rio de janeiro na maior comunidade da América latina Gávea Rocinha.

  5. simone disse:

    olá boa tarde,
    gostaria de saber como funciona a franquia,
    pois estou querendo montar uma loja, e quero ver se é mais interessante trabalhar com franquia!

  6. Márcia Adriana Silva Coimbra disse:

    Bom dia na paz! Hermínio Neto tenho o prazer de falar aqui e espero que você esteja bem com sua família e equipe de trabalho! Neto, moro em Goiânia Go e gostaria de marcar uma agenda com você para dialogar sobre possível abertura de loja. Deus é fiel. Todas as coisas contribuem para o bem daqueles que temem ao Senhor . Feliz demais por falar aqui e saber que em breve terei retorno. Sou casada com Givelton Coimbra da Luz e Psicóloga. Aguardo retorno!

  7. Elizabete Duarte disse:

    Boa tarde?
    Como faço para comprar os seus produtos?

  8. Sonia Rodrigues disse:

    O que e preciso para abrir uma loja ser um fraquiador?

  9. Denise disse:

    Quero franquear com a hiper festa como faço?
    64 993001551

  10. Denise Oliveira disse:

    Quero franquear com a hiper festa como faço?

  11. Viviane disse:

    Gostaria de saber como funciona a franquia, tenho interesse em abrir uma em Manaus/Amazonas.

  12. Thiago disse:

    Eu e minha mãe Acabamos de ser extremamente maltratados por uma funcionária (caixa) grosseira, e a gerente não interveio e não fez nada a respeito, isso aconteceu na unidade da Avenida Presidente Vargas de Rio Verde-Goiás.
    Não indico a ninguém essa unidade.