domingo, 19 de maio de 2024
Sandro Mabel é eleito novo presidente da Fieg

Sandro Mabel é eleito novo presidente da Fieg

O empresário Sandro Mabel foi eleito por unanimidade, com 35 votos, nesta segunda-feira (8), novo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), para quadriênio 2019-2022, cujo mandato inicia-se em 1º de janeiro. Sandro Mabel, que também é presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação no Estado de Goiás, vai suceder o atual […]

8 de outubro de 2018

Pedro Alves cumprimenta o empresário Sandro Mabel, eleito por unanimidade, nesta segunda-feira (08/10), o novo presidente da Fieg para o período de 2019-2022

O empresário Sandro Mabel foi eleito por unanimidade, com 35 votos, nesta segunda-feira (8), novo presidente da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), para quadriênio 2019-2022, cujo mandato inicia-se em 1º de janeiro. Sandro Mabel, que também é presidente do Sindicato das Indústrias de Alimentação no Estado de Goiás, vai suceder o atual presidente Pedro Alves de Oliveira, que dirigiu a entidade por dois mandatos (2011-2018). Por consenso, a eleição só teve a inscrição da chapa Fieg União e Participação.

Conforme a Fieg, o foco da nova diretoria será o fortalecimento dos sindicatos, com o objetivo de ampliar e melhorar a prestação de serviços às indústrias. O novo presidente diz que ampliará a atuação da Federação e dos sindicatos em negociações coletivas, reforçando os sindicatos patronais industriais e sua prestação de serviços, principalmente no assessoramento jurídico, relações sindicais e maior atuação junto ao poder Legislativo em âmbito municipal, estadual e federal. “Uma vez que não existe mais imposto sindical, nossos sindicatos terão de prestar um serviço ainda melhor, para uma base maior de empresas”, comenta.

Uma mudança estrutural será feita nos sindicatos patronais industriais: a criação de condomínio sindical. Na opinião do presidente eleito, isso diminuirá custos, dará maior eficiência, melhorará a gestão financeira e a prestação de serviços. Maior aproximação com sindicatos dos trabalhadores e centrais sindicais também está nos planos de Sandro Mabel: “Não somos adversários. A indústria e seus funcionários são parceiros”, frisou.

Outro ponto que merecerá atenção da nova gestão é a busca de um cenário mais favorável ao setor industrial, facilitando ao máximo a instalação de novas empresas em Goiás. “Vamos aproximar mais as indústrias de órgãos que impactam diretamente suas atividades, como Enel, Saneago, Secretaria da Fazenda, órgãos de meio ambiente, dentre outros”, aponta.

Educação para a indústria

Formar mais mão de obra para indústria e incentivar alunos do Sesi/Senai a trabalhar na atividade industrial fazem parte também das metas da nova gestão. “Nós vamos formar pessoas que vão amar a indústria. Nosso aluno sairá de nossas escolas apaixonado na indústria. Vamos atuar para despertar no aluno do Sesi, ainda em séries iniciais, o desejo de, no futuro, optar pela atividade industrial”, frisou.

Isso será feito, explica, aumentando a produtividade e também trabalhando a cultura interna no Sesi e no Senai. “Nosso maior acionista é a indústria. É ela que nos sustenta. Então, teremos em nossas escolas um ensino diferenciado. Vamos formar craques, gente diferenciada, com habilidades de que o mercado precisa”.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.