terça-feira, 18 de junho de 2024
Goianos vão pagar quase R$ 50 bilhões em impostos este ano

Goianos vão pagar quase R$ 50 bilhões em impostos este ano

Os contribuintes de Goiás vão pagar quase R$ 50 bilhões em impostos este ano, de acordo com projeções do Impostômetro. O valor, que representa aumento de 10% em relação ao registrado no ano passado, que foi de R$ 45 bilhões, é recorde. Já para o Brasil, a estimativa para arrecadação total em 2018 é de […]

5 de novembro de 2018

Os contribuintes de Goiás vão pagar quase R$ 50 bilhões em impostos este ano, de acordo com projeções do Impostômetro. O valor, que representa aumento de 10% em relação ao registrado no ano passado, que foi de R$ 45 bilhões, é recorde. Já para o Brasil, a estimativa para arrecadação total em 2018 é de R$ 2,388 trilhões, ante  R$ 2,172 trilhões no ano passado. De tudo que é consumido no País, 33%, em média, é imposto. Resultado: os brasileiros trabalharam 153 dias no ano passado somente para pagar impostos, conforme levantamento do Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT).

Isso tudo em meio à crise que mantém mais de 12 milhões de desempregados, enfatiza a Associação Comercial de São Paulo,  ao lembrar que o Impostômetro vai bater a incrível marca de R$ 2 trilhões já na próxima terça, 6, às 9h45. “A arrecadação está subindo, porém fecharemos o ano com déficit de mais de R$ 100 bilhões. Por isso a equipe econômica do próximo governo precisa focar no controle das contas públicas, manter o teto dos gastos e estimular a privatização de empresas estatais, diminuindo o tamanho do Estado”, recomenda Alencar Burti, presidente da Associação Comercial de São Paulo e da Federação das Associações.
Instalado há 13 anos  pela Associação Comercial de São Paulo  na Rua Boa Vista, no centro velho de São Paulo, o Impostômetro informa, em tempo real, os valores que todos recolhem em impostos, taxas, contribuições e multa para os cofres públicos. Essa foi a forma que a Associação Comercial de São Paulo encontrou para “alertar e conscientizar a população para o fato de que ela arca com tudo isso e, em contrapartida, não vê o dinheiro bem aplicado em saúde, segurança, educação.

Respeito ao contribuinte

De acordo com o IBPT,    o estudo,  realizado em 2006, que  identificou os dias trabalhados para pagar impostos chamou a atenção do então deputado federal Sandro Mabel, que elaborou o  projeto de lei  para que o 145º dia do ano (25/05) se tornasse o Dia Nacional de Respeito ao Contribuinte. Esse projeto se tornou Lei Federal em 2010, a de nº 12.325/10.

Com o intuito de estabelecer a máxima transparência quando se fala em impostos, os deputados constituintes previram na Constituição Federal de 1988, o artigo 150, que traz a obrigatoriedade de esclarecer os contribuintes sobre os tributos que incidam sobre mercadorias e serviços.

Visando executar os mandamentos constitucionais, a Associação Comercial de São Paulo, em parceria com o IBPT, iniciou no ano de 2006 o projeto De Olho no Imposto. O projeto virou Lei Federal, 12.741/2012, e hoje é obrigatório informar aos contribuintes, através de impressão na Nota Fiscal, os impostos pagos.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

Últimas Publicações Últimas Publicações