domingo, 19 de maio de 2024
Aparecida de Goiânia terá modal de distribuição inédito no País

Aparecida de Goiânia terá modal de distribuição inédito no País

Com um investimento de R$ 1,2 bilhão, o Aparecida Business Log (ABL) projeta um modelo inédito no país de logística e distribuição de produtos e serviços voltados ao comércio atacadista e hortifrutigranjeiro. Numa área de 1,8 milhão m² , dos quais 120 mil m² , equivalente a 300 lotes, foram desapropriados na segunda-feira (21/01) pela […]

23 de janeiro de 2019

Na proposta do Aparecida Business (LOG), o polo de distribuição atacadista terá 92.578 m² e foi idealizado para ser um dos mais modernos da América Latina

Com um investimento de R$ 1,2 bilhão, o Aparecida Business Log (ABL) projeta um modelo inédito no país de logística e distribuição de produtos e serviços voltados ao comércio atacadista e hortifrutigranjeiro. Numa área de 1,8 milhão m² , dos quais 120 mil m² , equivalente a 300 lotes, foram desapropriados na segunda-feira (21/01) pela prefeitura de Aparecida de Goiânia, o projeto contempla dois grandes polos de distribuição atacadista e um centro logístico alfandegário, tudo integrado e com gestão digitalizada.

“Não seremos o maior em área, mas certamente em número de CNPJs, ou seja, mais empresas atuando juntas, num espaço menor, mas melhor otimizado”, comenta Júlio Silveira, presidente do ABL, sobre o tamanho do complexo comparado com os demais polos empresariais existentes no Estado. Com cronograma programado para começar a operar em 2021, o ABL será erguido em módulos que abrigarão desde pequeno produtor rural até empresas exportadoras, passando por supermercadistas, atacadistas e lojistas de diferentes segmentos.

Serão 1.678 módulos de diferentes portes, sendo 32 módulos para o setor atacadista, 352 para hortifruti, 202 para supermercados e 1.092 para produtor rural. “No segmento do pequeno produtor, por exemplo, nossa capacidade poderá dobrar de 1.092 para 2.184 porque vamos trabalhar com otimização de espaços e turnos. Tem produtor que só vai estar ali num período e poderemos expandir o uso da área ao longo do dia”, explica Júlio Silveira, à frente do grupo de quatro sócios que contará com fundos de investimento na injeção de capital.

Integração

A integração projetada é fazer com que as relações comerciais entre os distribuidores e atacadistas ocorram todas dentro do complexo, de forma eficiente (pela gestão digitalizada) e econômica, inclusive no tempo de carregamento de cargas.

“Hoje se você vai carregar na Ceasa, por exemplo, leva até 14 horas, dependendo da carga. Nossa meta é reduzir o tempo dessa mesma carga para 20 minutos”, detalha Júlio Silveira informando que a ABL estima receber cerca de oito mil caminhões por dia e cerca de 30 mil pessoas. A projeção de empregos diretos e indiretos é de 20 mil vagas quando o ABL estiver em pleno funcionamento.

O complexo prevê ainda 117 lojas de diferentes segmentos (com destaque para comerciantes de iguarias, como temperos e ingredientes para alta gastronomia), três restaurantes, hotel e espaço para programas de sustentabilidade, com cooperativas de reciclagem e consumo e central de produção de energia solar.

“A perda média de produtos em centros como Ceasas, não só aqui como em todo o país, é de 30%. Queremos reduzir isso significativamente”, diz Júlio Silveira, que tem experiência em atuação no ramo de logística e distribuição de alimentos, tendo dirigido inclusive o Ceasa goiano.

Ainda segundo o presidente da ABL, o Brasil ainda não conta com um projeto igual. “O que estamos implantando aqui é um conceito, algo que naturalmente demandará um tempo de preparação e absorção pelos próprios usuários. Já estamos em negociação com o Senar e com a UFG para treinamentos aos produtores e demais usuários. Nosso sucesso dependerá também de parceiros preparados para o projeto”, informa Silveira citando ter visitado centros integrados de distribuição com ideias próximas aos da ABL em Barcelona (Espanha) e Montevidéu (Uruguai).

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

6 thoughts on “Aparecida de Goiânia terá modal de distribuição inédito no País”

  1. Manoel Fernando Peixoto disse:

    E inquestionáveis as vantagens desse empreendimento, com destaque a sustentabilidade é o ovo de colombo

  2. Laranja boa disse:

    Parabéns ao grupo , tem realmente vindo de encontro as necessidades dos seguimentos sucesso … Laranja boa Ceasa GO

  3. Parabéns. Vai deixar muita gente bem de vida! Quer aprender a ganhar dinheiro na internet? Entre aqui: https://dinheiro.website/ (site seguro)

  4. Boa tarde.
    Não haverá espaço para Indústria de alimentos?

  5. Bianca leal disse:

    Olá eu trabalho com maquete física e eletrônica de galpões, loteamentos , industrias etc…se houver um ema e/ou zap que eu possa enviar um portfólio agradeço muito
    (22) 9 8859-1417
    andreprojetos3d.wixsite.com/arquitetura tenho exemplos do nosso trabalho lá!

  6. ALTAIR FERREIRA MONTEIRO disse:

    Sou produtor rural estarei desde a inauguração.. Altair Ferreira Monteiro. Produtor desde que nasci. Não aguento mais o que o Ceasa está fazendo com os produtores e pequenos comerciantes e empresários no ceasa. Trabalho na pedra 1 do produtor a 20 anos . Temos no momento a pior administração já vista no ceasa. Com certeza vou visitar aí. Desde já parabéns pela brilhante idéia é tudo o que eu sonho ter um ambiente de trabalho que valoriza todos os parceiros e trabalhadores…