terça-feira, 18 de junho de 2024
Enel Goiás recebe ultimato para melhorar energia

Enel Goiás recebe ultimato para melhorar energia

A Enel Goiás, distribuidora de energia elétrica no Estado, foi penalizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) com restrição da distribuição de dividendos por descumprimento de indicadores de qualidade entre 2017 e 2018. O anúncio foi feito pelo o diretor da agência reguladora, Rodrigo Limp Nascimento, em encontro hoje com lideranças empresariais goianas na […]

14 de fevereiro de 2019

A Enel Goiás, distribuidora de energia elétrica no Estado, foi penalizada pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) com restrição da distribuição de dividendos por descumprimento de indicadores de qualidade entre 2017 e 2018. O anúncio foi feito pelo o diretor da agência reguladora, Rodrigo Limp Nascimento, em encontro hoje com lideranças empresariais goianas na FIEG.

Segundo o coordenador da Superintendência de Mediação Administrativa da Aneel, Marcos Bragatto, o número de pedidos de informações e contatos sobre reclamações da Enel Goiás é superior ao registrado pela Região Metropolitana de São Paulo, o que indica uma dificuldade dos consumidores em falar com a companhia em Goiás. Desde que a Enel assumiu as operações da Celg, entre os anos de 2017 e 2018, já foram aplicadas compensações aos consumidores na ordem de R$ 126 milhões.

O encontro na FIEG foi realizado para discutir os gargalos relativos à distribuição de energia elétrica no Estado e os problemas enfrentados pelo setor produtivo local. A Aneel esclareceu que tem acompanhado os indicadores de qualidade antes e pós privatização da Celg, trabalhando junto à distribuidora para que sejam alcançados melhores resultados na prestação dos serviços.

“Serão tratadas medidas emergenciais para melhorar a prestação de serviços no curto prazo, como a exigência de um plano de investimentos específico para operação e manutenção da rede e atendimento ao consumidor”, afirmou Nascimento. Presidente em exercício da Fieg, André Rocha reafirmou a preocupação da entidade quanto à resolução do problema, que tem afetado negativamente a competitividade do setor produtivo goiano.

“Temos toda uma expectativa de que o Brasil e o Estado vão voltar a crescer de forma mais significativa e a energia elétrica tem sido um gargalo para isso. Precisamos ter a garantia do fornecimento de forma eficiente, inclusive já com uma solução para os problemas mais imediatos”, disse André Rocha. Além da Fieg e do Conceg, acompanharam a reunião o presidente da Fecomércio, Marcelo Baiocchi, e representantes das entidades que compõem o Fórum de Entidades Empresariais de Goiás.

A Enel Goiás atende 3 milhões de unidades consumidoras em 237 municípios do Estado.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

Últimas Publicações Últimas Publicações