terça-feira, 28 de maio de 2024
AJE Goiânia quer incentivar jovens empreendedores

AJE Goiânia quer incentivar jovens empreendedores

Fomentar a cultura empreendedora junto à juventude goianiense. Esta é a principal meta da Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiânia (AJE Goiânia). Tal estímulo vai ao encontro do levantamento realizado pelo Sebrae com 2.132 empreendedores no Brasil. O estudo concluiu que a ideia de se tornar um empreendedor já está presente bem cedo, […]

17 de março de 2019

Marcus Jorge Siekierski : “Queremos que a ‘pegada’ do empreendedorismo se multiplique e se fortaleça”

Fomentar a cultura empreendedora junto à juventude goianiense. Esta é a principal meta da Associação de Jovens Empreendedores e Empresários de Goiânia (AJE Goiânia). Tal estímulo vai ao encontro do levantamento realizado pelo Sebrae com 2.132 empreendedores no Brasil. O estudo concluiu que a ideia de se tornar um empreendedor já está presente bem cedo, tanto que um em cada três empresários já tinha algum tipo de pensamento neste sentido, antes de fazer 18 anos.

“Nossa luta é a de proporcionar um ambiente mais saudável e sustentável para os jovens empreenderem. Para tanto, vamos buscar novas parcerias com empresas, escolas e outras instituições, a fim de desenvolver projetos baseados na capacitação, representatividade e relacionamento”, contextualizou o recém-empossado presidente da AJE Goiânia, Marcus Jorge Siekierski, ao Empreender em Goiás.

A nova diretoria da AJE Goiânia, empossada na quinta-feira (12), durante solenidade na Câmara Municipal, almeja ser um espelho de excelência de gestão, transparência e resultados. “Queremos inspirar empreendedores em nossa capital. Temos alguns projetos a serem desenvolvidos nas regiões Oeste e Noroeste de Goiânia, como os programas de inserção e capacitação dos jovens que têm o desejo de empreender. A ideia é qualificar o pequeno, o médio e o grande empreendedor”, frisou .

Financiamento

A AJE Goiânia também pretende oferecer ao jovem empreendedor condições de planejar e realizar seus negócios. Para tanto, a entidade irá realizar ações no sentido de possibilitar aos interessados linhas de financiamento por meio do micro crédito, já que esta é a principal demanda do jovem localizado na periferia.

A entidade planeja inovar na parte operacional de gestão, atuando também em nichos específicos e em segmentos técnicos. “Queremos que a ‘pegada’ do empreendedorismo se multiplique e se fortaleça. Vamos focar cada vez mais no resultado”, explicou.

Também está nos planos da entidade a realização de parcerias com as escolas para a implantação de programas com pautas e disciplinas ligadas ao empreendedorismo jovem. “Esta sementinha, a de empreender, tem de ser plantada na educação, porque a maior parte dos empregos é gerada pelo micro e pequeno empreendedor”, destacou.

Ações

Atualmente, a AJE Goiânia desenvolve alguns projetos de incentivo ao empreendedorismo jovem. Um dos destaques é o ‘Feirão do Imposto’, que tem como objetivo alertar a população sobre o real tamanho da carga tributária brasileira, mostrando nas etiquetas as alíquotas dos tributos e quanto seriam os preços sem estes impostos. Este ano, o tema será “Menos é Mais”.

“Queremos alertar o jovem e difundir ideias como menos burocracia e mais produtividade, ou menos corrupção é mais eficiência”, pontuou Marcos. Outra ação da entidade é o Fórum Goiano de Empreendedorismo.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.