quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Goiana Anna Prata vai abrir loja em Miami

Goiana Anna Prata vai abrir loja em Miami

Com seis anos de atuação no Brasil, a marca goiana de semijoias de luxo Anna Prata prepara a inauguração de uma loja física em nos Estados Unidos.

9 de outubro de 2022

Anna Prata e Marcos Antônio comandam empresa que produz até 20 mil peças por mês

Com seis anos de atuação no Brasil, a marca goiana de semijoias de luxo Anna Prata prepara a inauguração de uma loja física na badalada região de Brickell, em Miami (EUA). O espaço já foi locado e passa por reforma e adequações. A previsão é de inauguração em novembro com uma festa para convidados especiais, entre eles, influenciadores digitais. Pois busca divulgar as peças da marca, que já está presente naquele país por e-commerce (annaprata.us) e também por revendedores brasileiros que vivem naquele país.

O retorno dos revendedores brasileiros, aliás, foi um dos indicadores da viabilidade de expansão da empresa para os EUA. “Já estamos presentes em países da Europa e nos Estados Unidos graças a esses parceiros. Contudo, nos chamou a atenção o sucesso que eles alcançam com as peças de nossas coleções”, afirmou ao EMPREENDER EM GOIÁS o CEO da empresa, Marcos Antônio Prata Filho. Tem revendedor que chega a comprar R$ 6 mil por mês para revender nos EUA.

O grupo deve investir US$ 1 milhão em menos de dois anos nos Estados Unidos. Em suma, com estrutura física, equipe, funcionários, aumento da capacidade industrial e marketing (que Marcos Prata revela ser bem mais caro fora do Brasil). Além do investimento na participação de feiras, uma das grandes apostas da empresa para se consolidar em território norte-americano.

“O que roda a economia lá são as feiras. Vamos participar das maiores, com vendas no atacado”, adianta o CEO da empresa, fundada em 2016 por ele e sua mulher, que dá nome à marca e assina a criação das semijoias.

Produção em Aparecida

“Começamos só nós dois, sem capital inicial, sem nenhuma ajuda e com uma dívida de R$ 50 mil”, diz Marcos Antônio. Hoje, a empresa emprega 80 pessoas e gera outros mais de 200 empregos indiretos. A produção atual da indústria, instalada em Aparecida de Goiânia, é de 15 mil a 20 mil peças mensais. Mas, com o incremento de mercado, poderá produzir até 50 mil peças por mês, todas artesanais.

A qualidade das semijoias é outro fator apontado pelo CEO para a boa aceitação no mercado externo. “Eles necessitam de bons produtos e dão muito valor ao que é produzido no Brasil”, justifica.

Anna Prata destaca os detalhes presentes nas coleções e na etapa de produção das semijoias, como as produções que levam pedras naturais em sua composição. “Hoje o que me inspira é esse olhar pelo novo, novas possibilidades, novos desafios. Se não alcancei um coração com a coleção passada, tenho a possibilidade de alcançar com uma nova”, diz.

Apaixonada por moda desde muito jovem, Anna já chamava a atenção quando, ainda criança, fazia brincos de madeira e colares de miçangas. Vocação artística que a fez escolher o curso de arquitetura. Durante a faculdade, começou a revender marcas de acessórios para sobreviver. Entretanto, com a ideia de um dia dar vazão ao seu próprio processo criativo. Sonho que ela concretizou, criando suas peças exclusivas.

Leia também: PopCorn Gourmet abre fábricas nos EUA e Europa

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.