segunda-feira, 26 de fevereiro de 2024
Melhores cidades goianas para fazer negócios

Melhores cidades goianas para fazer negócios

Ranking da Urban System aponta os municípios goianos que se destacam como os melhores para fazer negócios no Brasil. Confira.

9 de dezembro de 2023

Rio Verde é o 4º melhor município brasileiro para fazer negócios no setor do agronegócio

Goiânia e Rio Verde são os destaques goianos no ranking Melhores Cidades para fazer Negócios 2023, da consultoria Urban Systems em parceria com a revista Exame, divulgado nesta sexta-feira (8/12). A capital se manteve em 6º lugar entre as melhores cidades para fazer negócios no setor imobiliário. O número de empresas cresceu 8,8% no setor da construção civil e apresentou saldo de 47 mil empregos.

Goiânia conta ainda com demanda para 58 mil novos domicílios nos próximos cinco anos, sendo 41% deles para famílias com renda a partir de R$ 4 mil.

Já Rio Verde foi o 4º melhor para fazer negócios no setor do agronegócio. No ano passado, tinha sido o primeiro. Mas, este ano, perdeu para Barreiras, município localizado no Oeste da Bahia, que se consolida como um polo de comércio, serviços e moradia em meio ao forte crescimento da produção de algodão e soja.

A notícia ruim foi a ausência das cidades goianas na relação das melhores no setor industrial. Em 2022, Catalão tinha sido eleita a 5ª melhor cidade para fazer negócios na indústria.

Chamam atenção também a ausência e a queda de posição de muitas cidades goianas no ranking nos sete eixos econômicos pesquisados: agropecuária, comércio, serviços, indústria, mercado imobiliário, educação e saúde (abaixo, veja a posição dos municípios goianos que foram eleitos no ranking).

Ranking

O estudo levou em conta 319 cidades, que são todos os municípios do Brasil com mais de 100.000 habitantes. Vivem neles 115,6 milhões de pessoas. Neste ano, a décima edição do ranking traz duas novidades importantes. Uma delas é a criação da categoria saúde, setor que vem aumentando sua participação na economia do país. A outra novidade é que a pesquisa foi feita com base em dados mais atualizados sobre população, já com base no Censo de 2022.

Cidades goianas no ranking

Agronegócio

  • Rio Verde (4º lugar)
  • Itumbiara (89º)
  • Jataí (96º)

Imobiliário

  • Goiânia (6º)
  • Aparecida de Goiânia (98º)

Comércio

  • Goiânia (22º)
  • Senador Canedo (38º)
  • Valparaíso (56º)
  • Planaltina (89º)

Serviços

  • Goiânia (23º)
  • Valparaíso (50º)
  • Senador Canedo (51º)
  • Planaltina (59º)
  • Anápolis (98º)

Educação

  • Goiânia (16º)
  • Itumbiara (27º)

Saúde

  • Goiânia (22º)
  • Planaltina (28º)
  • Itumbiara (50º)
  • Aparecida de Goiânia (71º)

Fonte: Urban Systems e Revista Exame

Wanderley de Faria é jornalista especializado em Economia e Negócios, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA/FEA/USP - BM&FBovespa

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.