sábado, 2 de março de 2024
Chinesa amplia investimentos na rede de energia em Goiás

Chinesa amplia investimentos na rede de energia em Goiás

Multinacional pagou R$ 1,9 bilhão pelo lote de linhas de transmissão no Maranhão, Tocantins e Goiás. Investimentos passam de R$ 18 bilhões.

15 de dezembro de 2023

A multinacional chinesa State Grid tem ampliado seus investimentos na rede de energia elétrica no Brasil, inclusive em Goiás. Nesta sexta-feira (15/12), arrematou por R$ 1,9 bilhão o principal lote do maior leilão de concessões de transmissão já realizado no Brasil. Com deságio de 40%, pagou pelos direitos de construir linhas de transmissão no Maranhão, Tocantins e Goiás. O projeto representa um investimento de mais de R$ 18 bilhões.

No total, o leilão realizado na B3, em São Paulo, somou R$ 21,7 bilhões em investimentos para fortalecer o transporte de energia no país. O certame busca aumentar a interligação entre as regiões Norte e Nordeste com outras partes do país. Visando expandir a capacidade de escoamento de excedentes de geração, especialmente no Nordeste, onde a produção eólica e solar superam o consumo.

Os três lotes ofertados abrangem cinco estados: Goiás, Maranhão, Minas Gerais, São Paulo e Tocantins. Visam a expansão de 4.471 quilômetros de novas linhas, com reforço de subestações e conexões com o Sistema Interligado Nacional (SIN).

Sistema especial

No leilão desta sexta-feira, foi contrato um sistema especial de transmissão, em corrente contínua, denominado HVDC. O modelo difere de pacotes concedidos recentemente. A especificidade da tecnologia torna o sistema mais caro que o convencional, em corrente alternada. O que explica os investimentos recordes em número pequenos de lotes.

O tipo de sistema leiloado faz sentido apenas para grandes distâncias e grande potência, permitindo maior controle do fluxo de energia elétrica entre as regiões, com alta confiabilidade e menores perdas. A tecnologia já é conhecida e aplicada no Brasil. É utilizada para escoar a geração de Itaipu (PR), Belo Monte (PA), Jirau (RO) e Santo Antônio (RO).

Este é o segundo megaleilão de energia do governo Lula (PT). Em junho foram oferecidos nove lotes em sete estados, com previsão de R$ 15,7 bilhões em investimentos para construção de 6.184 quilômetros de linhas de transmissão e subestações. Já está prevista a realização de outro certame, em março do ano que vem, quando serão ofertados 15 lotes para a construção de 6.460 quilômetros de linhas e novas subestações, a um investimento estimado em R$ 18,2 bilhões.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.