quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Goiânia cai duas posições no ranking do PIB

Goiânia cai duas posições no ranking do PIB

Capital goiana é ultrapassada por duas cidades do Rio de Janeiro; confira o ranking do PIB dos municípios goianos.

15 de dezembro de 2023

Em 2021, o PIB de Goiânia foi de R$ 59,9 bilhões, o segundo maior valor da Região Centro-Oeste

O Produto Interno Bruto (PIB) de Goiânia foi de R$ 59,9 bilhões em 2021, o que representava 0,66% do PIB nacional. Ficou 0,02 ponto porcentual menor do que o registrado em 2020 (0,68%). Embora essa perda de participação tenha sido pequena, a capital goiana caiu duas posições no ranking nacional, de 13º para 15º lugar.

Maricá e Niterói, dois municípios do Rio Janeiro, deixaram Goiânia para trás. Suas participações no PIB subiram de 0,47% para 0,95% e de 0,54% para 0,74%, respectivamente. A informação foi divulgada nesta sexta-feira (15/12) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em 2021, Davinópolis apresentou o maior PIB per capita do estado e o 21º maior do país, com R$ 278,5 mil a preços correntes. Goiânia registrou o 94º maior PIB per capita do estado, com R$ 38,5 mil por habitante.

Destaques

Além de Goiânia, os PIBs de Anápolis (R$ 17,8 bilhões), Aparecida de Goiânia (R$ 17,0 bilhões) e de Rio Verde (R$ 16,3 bilhões) estão entre os 100 maiores do país. Em 75º, 80º e 82º posições, respectivamente.

Em relação ao Centro-Oeste, Goiás tem seis dos 20 maiores PIBs municipais: Goiânia, Anápolis, Aparecida de Goiânia e Rio Verde. No ranking, Anápolis e Aparecida de Goiânia aparecem em 5º e 7º lugares respectivamente. Brasília (R$ 286,9 milhões) lidera a região, com PIB quase cinco vezes maior que o da capital goiana.

Em contrapartida aos maiores PIBs municipais, o município Anhanguera (R$ 21,7 milhões) é o terceiro menor do país e o menor entre os do Centro-Oeste. A atividade com maior valor adicionado bruto da pequena cidade goiana foi administração, defesa, educação e saúde públicas e seguridade social.

Agropecuária

Em 2021, a participação de Rio Verde no valor adicionado bruto da agropecuária do Brasil subiu 0,13 ponto porcentual, passando de 0,50% em 2020 para 0,63% em 2021. Em termos de valores, a agropecuária do município produziu R$ 3,7 bilhões em 2021.

Apesar do aumento da participação, Rio Verde perdeu uma posição no ranking do PIB agropecuário do país, devido à alta na participação de Campo Novo do Parecis (MT), que subiu 0,18 ponto porcentual.

Em contrapartida à perda de posição de Rio Verde, entre os 20 maiores valores brutos da agropecuária do país, ainda se encontram os municípios de Jataí (R$ 2,5 bilhões) e de Cristalina (R$ 2,4 bilhões), que em 2020 ocuparam a 18ª e 13ª posições na participação nacional, respectivamente, passando a ocupar, em 2021, a 10ª e 12ª posições, respectivamente.

Os 15 maiores PIBs municipais em Goiás (R$)

  • Goiânia: 59.865.990
  • Anápolis: 17.788.289
  • Aparecida de Goiânia: 16.979.984
  • Rio Verde: 16.306.271
  • Catalão: 9.916.468
  • Jataí: 7.996.737
  • Luziânia: 5.435.386
  • Itumbiara: 5.324.330
  • Senador Canedo: 4.765.089
  • Cristalina: 4.602.318
  • Mineiros: 3.288.692
  • Formosa: 3.247.792
  • Caldas Novas: 3.000.886
  • Valparaíso de Goiás: 2.964.512
  • Trindade: 2.666.621

Os 15 maiores PIBs per capita de Goiás (R$)

  • Davinópolis: 278.454,63
  • Perolândia: 224.457,54
  • Chapadão do Céu: 202.715,20
  • Alto Horizonte: 188.378,90
  • Paraúna: 141.965,51
  • Barro Alto: 135.151,34
  • Montividiu: 115.134,27
  • Ouvidor: 111.007,83
  • Edealina: 110.169,39
  • Campo Alegre de Goiás: 107.398,27
  • São João da Paraúna: 106.413,87
  • Santa Cruz de Goiás: 106.126,89
  • Turvelândia: 103.995,04
  • Mimoso de Goiás: 96.137,48
  • Aporé: 92.759,73

Fonte: IBGE

Leia também: PIB goiano cresce 5,4% em 12 meses

Wanderley de Faria é jornalista especializado em Economia e Negócios, com MBA em Derivativos e Informações Econômico-Financeiras pela FIA/FEA/USP - BM&FBovespa

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.