domingo, 19 de maio de 2024
Pela juventude, pelo Brasil

Pela juventude, pelo Brasil

Investir em educação profissional é ampliar as condições para a largada do crescimento nacional e das pessoas, sobretudo os jovens

3 de janeiro de 2024

De grande significância e uma das principais ferramentas para melhorar a competitividade nacional e as condições de vida humana, a educação profissional e tecnológica pode fazer muito mais do que refletir na retomada do crescimento econômico. Ela é considerada um meio de geração de oportunidades e renda para profissionais, sobretudo para a parcela jovem, que está chegando ou conquistará, em breve, posições ocupacionais no mercado de trabalho.

O olhar voltado para o ensino profissionalizante se torna ainda mais importante neste momento, pois quando se fala em transformação no mundo do trabalho e profissões futuras, é preciso pensar na qualificação técnica.

As tecnologias digitais, como internet e inteligência artificial, levam à previsão de profissões vindouras e já estão mudando completamente o segmento de diversas outras, do planejamento ao produto final que chega ao consumidor.

Neste cenário, a juventude, tida como o futuro da nação, precisará ter capacidade de criação, interpretação e formação técnica profissionalizante para atuar em um moderno e complexo mercado. A Educação Profissional e Tecnológica (EPT) age nessa dimensão, permitindo maior atuação dos jovens no mercado, concedendo a eles o passe para a construção de seus futuros e possibilitando a escolha de profissões que melhor respondem aos seus anseios ou perfis.

Investir em educação profissional é ampliar as condições para a largada do crescimento nacional e das pessoas, sobretudo os jovens. A educação profissionalizante se configura como um passo para um plano de carreira seguro e promissor. Um profissional técnico, além de alcançar uma rápida inserção no trabalho, responde de imediato às demandas específicas do setor produtivo.

Por outro lado, a empresa que se abre para unir esforços por uma agenda pública de Educação Profissional e Tecnológica, passa a contar com uma equipe de profissionais mais qualificados, o que reflete no nível de qualidade dos serviços e produtos oferecidos ao mercado.

Em Goiás, temos uma vasta lista de cursos de capacitação, qualificação profissional e formação técnica voltada para o futuro do trabalho e, no Brasil, diversos estímulos para o desenvolvimento de jovens, por meio dessa modalidade de educação. Pode-se citar como exemplos as competições técnicas, torneios de games e campeonatos de robótica, que têm colocado nossos futuros profissionais no mesmo nível de nações mais desenvolvidas.

Iniciativas como as competições e os resultados vindos em prêmios e melhores posições em um ranking nacional entre outras nações ratificam o valor, os benefícios e as transformações positivas advindas da EPT para nossa juventude e nosso país. Todos ganham com a união da educação, ciência e tecnologia.

Transformar a vida de milhões de jovens exige o discutir, o pensar e o agir em prol de políticas públicas focadas na educação. A modalidade profissionalizante sempre esteve em cartaz com suas prerrogativas, experiências e resultados. O poder público e a iniciativa privada precisam se unir para calçar uma via de mão dupla que conduza à materialização da vida futura dos jovens na educação e no trabalho.

Aletheia Cruz é diretora de Desenvolvimento e Avaliação do Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás (CETT-UFG)

Aletheia Cruz é diretora de Desenvolvimento e Avaliação do Centro de Educação, Trabalho e Tecnologia da Universidade Federal de Goiás (CETT-UFG)

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.