segunda-feira, 15 de abril de 2024
Abertura de empresas: Anápolis e Porangatu se destacam

Abertura de empresas: Anápolis e Porangatu se destacam

Os dois municípios goianos figuram na lista das 10 cidades brasileiras mais ágeis para a abertura de novos negócios.

26 de fevereiro de 2024

Dois municípios goianos figuram na lista das 10 cidades brasileiras mais ágeis para a abertura de novos negócios ao final do terceiro quadrimestre de 2023. Os dados são do Mapa de Empresas, divulgado pelo Ministério do Empreendedorismo, da Microempresa e da Empresa de Pequeno Porte.

Anápolis ocupa o topo da lista, com empresas abertas em 17 minutos. Porangatu, no norte de Goiás, aparece em 7º lugar, com o tempo de 2 horas e 35 minutos. Goiânia, por sua vez, figura entre as capitais cujos novos negócios são formalizados em até 12 horas, ao final do terceiro quadrimestre de 2023.

De acordo com o levantamento, o tempo médio registrado ao final do terceiro quadrimestre de 2023 para abertura de empresas no Brasil é de 1 dia e 3 horas. Isto representa uma queda de 2 horas (6,9%) em relação ao quadrimestre anterior.

Para Euclides Barbo Siqueira, presidente da Junta Comercial de Goiás (Juceg), a posição de Porangatu reflete a desburocratização para abertura de empresas implantada no município. A cidade é a primeira em Goiás a integrar 100% dos serviços referentes à abertura de empresas na RedeSim 2.0. “Porangatu e outras quatro cidades do estado participamd o projeto-piloto da Juceg, Sebrae, Vox Tecnologia e prefeituras”, frisa.

Goiás

O Mapa das Empresas aponta Goiás como o 5º com o maior crescimento percentual no número de empresas abertas em 2023, com 155.560 unidades. Um crescimento de 3,5% em relação ao ano de 2022. O estado figura, ainda, na lista das unidades da federação cujo tempo médio de abertura de novos negócios fica abaixo de 1 dia.

No recorte regional, o Centro-Oeste permanece como a região com o menor tempo para abertura de empresas, registrando 14 horas, uma queda de 1 hora em relação ao segundo quadrimestre de 2023.

Saiba mais: Mais de 14 mil pequenas empresas são abertas em Goiás

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.