segunda-feira, 15 de abril de 2024
Fusões e aquisições caem em Goiás

Fusões e aquisições caem em Goiás

Os dados constam na tradicional pesquisa da KPMG sobre o assunto, realizada com empresas de 43 setores da economia.

2 de março de 2024

Goiás registrou 16 fusões e aquisições em 2023, uma queda de 18% na comparação com 2022, quando se registraram 21 transações. Os dados constam na tradicional pesquisa da KPMG sobre o assunto, realizada com empresas de 43 setores da economia brasileira.

Conforme a KPMG, comércio (4) e informação/tecnologia (4) foram os setores que mais realizaram transações no ano passado em Goiás. Seguidos pela área de seguros (2). Empresas de internet (1), mineração (1), embalagem (1), comércio (1), revendas de veículos (1), telecomunicações e mídia (1) completaram a lista.

Na região Centro-Oeste, aconteceram 52 fusões e aquisições em 2023, uma queda de 17% na comparação ao resultado de 2022: Distrito Federal (23), Goiás (16), Mato Grosso (10) e Mato Grosso do Sul (3).

“A pesquisa apresenta uma queda nas transações. Mas a região permanece com números aproximados aos da pesquisa do ano anterior”, afirma Ray Souza, sócio de Mercados Regionais da KPMG no Brasil.

Geral

Segundo a pesquisa da KPMG, o Brasil registrou 1.505 fusões e aquisições de empresas em 2023. Uma queda de 13% na comparação com 2022, quando foram realizadas 1.728 operações desse tipo.

Apesar de 2023 ter registrado menos operações que 2022, e menos também que 2021 (1.963 transações), os números atuais são superiores a períodos anteriores: 1.117 em 2020, 1.231 em 2019, 967 em 2018, 830 em 2017, e 740 em 2016.

“Os dados evidenciam que, apesar da retomada de muitas fusões e aquisições, o ano passado foi, conforme previsto, menos aquecido que o anterior. As razões estão no aumento global de taxas de juros, que afetou a liquidez e a redução do número de transações global. E, também, em função de instabilidades geopolíticas globais”, afirma Paulo Guilherme Coimbra, sócio da área de Fusões e Aquisições da KPMG no Brasil.

Ainda assim, segundo ele, a expectativa é de recuperar o número de transações em breve com a melhoria de indicadores econômicos nacionais.

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.