terça-feira, 18 de junho de 2024
Como declarar o IR para obter financiamento imobiliário

Como declarar o IR para obter financiamento imobiliário

Declaração ajuda credores a entenderem melhor sua situação financeira e avaliarem os riscos e oportunidades. Confira dicas de especialista.

27 de maio de 2024

Caio Diniz: “Para garantir a aprovação do crédito em um financiamento imobiliário, é essencial comprovar renda de forma clara e consistente”

O prazo para os contribuintes brasileiros declararem seu Imposto de Renda (IR) se encerra em 31 de maio. Além de ser uma importante ferramenta na comprovação de renda, a declaração revela detalhes sobre sua situação financeira, incluindo rendimentos, patrimônio e eventuais dívidas. Isso ajuda os credores a entenderem melhor sua situação financeira e a avaliarem os riscos e oportunidades associados ao empréstimo.

A declaração do Imposto de Renda, inclusive, é uma ferramenta importante para quem planeja obter um financiamento para a aquisição de imóvel. Gestor comercial da Vega Incorporações, Caio Diniz Lopes explica que as instituições financeiras buscam maneiras de checar a renda do interessado, especialmente no financiamento imobiliário.

“Os bancos olham para sua renda declarada, deduções permitidas e outras informações financeiras. Para decidir se você tem dinheiro suficiente para pagar as parcelas do financiamento do imóvel”, afirma.
Para garantir a aprovação do crédito em um financiamento imobiliário, é essencial comprovar renda de forma clara e consistente. Além da declaração de Imposto de Renda, isso pode ser feito por meio de holerites ou contracheques para funcionários assalariados.

Assalariados

Também ajudam os extratos bancários para evidenciar entradas regulares de dinheiro. Além de declarações de rendimentos de outras fontes, carteira de trabalho para demonstrar estabilidade profissional, contratos de prestação de serviços para autônomos. E para proprietários de empresas, a declaração de Imposto de Renda Pessoa Jurídica.

Caio Diniz destaca que a declaração de IR dos assalariados é simples. Já que a maior parte de renda e impostos estão discriminados através do Informe de Rendimentos. “No caso de autônomos, as instituições financeiras podem solicitar documentação complementar. Tais como extratos bancários, faturas de cartão de crédito etc., de forma a ter uma base mais sólida de comprovação dos valores informados”, pontua.

A entrega fora do prazo ou não entrega da declaração pode gerar consequências na compra de um imóvel, tais como: dificuldade na comprovação da renda, atrasos ou recusa na aprovação, análise mais rigorosa por parte da instituição financeira e uma maior dificuldade em acessar programas específicos.

Renda de aluguel

Ao incluir o recebimento de aluguéis na declaração de Imposto de Renda, o contribuinte tem sua capacidade de renda aumentada. “Ela pode ser considerada ao avaliar a capacidade de financiamento para um imóvel. Portanto, pode aumentar a capacidade de pagamento”, explica Caio Diniz.

Em geral, é a renda do indivíduo ou do grupo familiar o principal fator na determinação da capacidade de pagamento pelos bancos, na hora de contratar um empréstimo. “Se alguém tem um histórico de renda estável, isso faz o banco se sentir mais seguro em emprestar dinheiro para essa pessoa comprar uma casa”, pontua o gestor comercial da Vega Incorporações.

Declarar o Imposto de Renda, portanto, é fundamental para demonstrar sua capacidade financeira, transparência e cumprimento das obrigações legais ao buscar um financiamento imobiliário.

Leia também: IBGE mostra potencial do mercado imobiliário goiano

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

Últimas Publicações Últimas Publicações