quinta-feira, 18 de julho de 2024
Inflação de Goiânia <strong>é a maior do país</strong>

Inflação de Goiânia é a maior do país

O IPCA subiu 0,50% em junho passado influenciado pelos aumentos dos combustíveis, arroz e leite longa vida

10 de julho de 2024

Os preços do etanol subiram 5,19% e os da gasolina, 2,86%) em Goiânia

Goiânia registrou a maior inflação do país no mês de junho.  O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), que se refere às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos, subiu 0,50%. É mais do que o dobro da inflação no Brasil, que ficou em 0,21%.

De acordo com informação divulgada nesta quarta-feira (10) pelo IBGE, a disparada do IPCA, o indicador oficial de inflação do país, foi influenciada pelas altas do etanol (5,19%), da gasolina (2,86%), arroz (4,50%) e leite longa vida (7,15%).  

Por grupos, a alta de 0,50% do mês foi influenciada pelos aumentos nos grupos dos transportes (0,65%) e alimentação e bebidas (0,69%), os dois têm os maiores pesos mensais.

Com o aumento em junho, o acumulado do índice subiu de 1,94% para 2,45% no ano e apresentou alta de 4,22% no acumulado dos últimos 12 meses.

Mais pobres

Já a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC) foi ainda maior ao subir 0,52%. Mas, ficou em terceiro lugar, atrás de Brasília (0,58%) e de Belo Horizonte (0,58%). O índice abrange as famílias com rendimento de 1 a 5 salários mínimos, ou seja, os mais pobres.

Isso revela que, em junho, as pessoas residentes em Goiânia com rendimentos nessa faixa salarial tiveram uma pressão maior na cesta de consumo, principalmente, quando comparado à média nacional que foi de 0,25%.

Construção

O Índice Nacional da Construção Civil (Sinapi), após cair 0,13% em Goiás no mês de maio de 2024, registrou a terceira maior variação do custo médio por metro quadrado do país (1,79%). Ficou atrás apenas dos estados de Rondônia (4,44%) e Mato Grosso do Sul (2,14%).

Dessa forma, o acumulado no ano voltou a subir, alcançando 1,75%, enquanto em 12 meses ficou em 1,65%. A variação em junho de 2023 foi de 1,67%

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.