terça-feira, 18 de junho de 2024
MEIs já representam 59% de todas empresas goianas

MEIs já representam 59% de todas empresas goianas

Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Valparaíso e Luziânia concentram o maior número de MEIs no Estado.

16 de maio de 2023

A maioria dos microempreendedores individuais é formada por homens em Goiás

O número de microempreendedores individuais (MEIs) soma 437,8 mil em Goiás. Isto já representa 59% do total de pequenos negócios no Estado. É o que constatou pesquisa feita pelo Sebrae, para saber o perfil e identificar as principais necessidades dos MEIs goianos. A coleta de dados se deu entre os dias 14 e 24 de abril deste ano.

Os municípios de Goiânia, Aparecida de Goiânia, Anápolis, Rio Verde, Valparaíso e Luziânia possuem o maior número de MEIs. O maior quantitativo de empresas está registrado no setor de serviços (47%), seguido do setor de comércio (32%) e indústria (11%). Os três segmentos com maior número de empresas inscritas são, respectivamente: comércio varejista de artigos do vestuário e acessórios (7%); cabelereiros, manicure e pedicure (7%); e setor de promoção de vendas (5%).

A pesquisa mostra que a maioria dos microempreendedores individuais de Goiás é do gênero masculino (56%) na faixa etária de 31 a 50 anos (55%). A capital concentra 28% dos MEIs cadastrados no Estado.

Renda individual

Para se ter uma ideia da importância dos MEIs, em 70% dos casos a renda individual do(a) empreendedor(a) é exclusivamente oriunda de sua atividade como MEI. E, em 55% dos casos, a principal fonte de renda da família também é o empreendimento. A renda mensal média da família se concentra entre dois e quatro salários mínimos (61%).

A pesquisa mostra que as principais motivações para empreender são: ter independência (52%) e a necessidade de ter uma fonte de renda (33%). E o principal motivo que levou os(as) empreendedores(as) a se formalizarem como MEI foram os benefícios do registro formal (27%), seguido pela baixa carga tributária (21%) e benefícios do INSS (21%).

Já as principais dificuldades apontadas pelos entrevistados atualmente na gestão do empreendimento são: falta de crédito (57%) e a expansão do negócio (39%). Já os temas que mais interessam aos empreendedores são: administração financeira (44%), benefícios e/ou obrigações do MEI (28%) e vendas pela internet (28%).

Semana do MEI

Por toda a relevância socioeconômica dessa categoria de empreendedor, o Sebrae realiza, todos os anos, a Semana do MEI. Este ano, a 14ª edição do evento acontece entre 22 a 26 de maio em todo o estado. Durante a semana, os empreendedores podem participar de palestras, workshops, cursos, oficinas e atendimentos gratuitos oferecidos pela instituição e outros parceiros. A programação conta com mais de 174 ações em 74 municípios do estado.

Os MEIs também podem aproveitar a semana para esclarecer dúvidas sobre a formalização do negócio e conseguir orientações sobre finanças e marketing. Os atendimentos serão realizados nas 12 agências do Sebrae Goiás, nas Salas do Empreendedor e também pela rede de consultores credenciados e parceiros. As inscrições para as ações da Semana do MEI podem ser feitas pelo site do Sebrae/GO.

Leia também: WhatsApp é o mais usado por pequenos negócios

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

Últimas Publicações Últimas Publicações