quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Cooperativas goianas de crédito têm quase R$ 30 bi em ativos

Cooperativas goianas de crédito têm quase R$ 30 bi em ativos

As 30 cooperativas de crédito de Goiás têm apresentado um crescimento superior à média obtida no Sistema Financeiro Nacional.

3 de agosto de 2023

As 30 cooperativas de crédito de Goiás têm apresentado neste ano um crescimento superior à média obtida pelas instituições do Sistema Financeiro Nacional. A rede de atendimento cooperativista, por exemplo, passou de 279 postos e agências, no primeiro trimestre de 2022, para 392 unidades, nos primeiros três meses deste ano. Isso representa um aumento de 40,5%.

A evolução também é superior à média das cooperativas de crédito no Brasil. Segundo o último levantamento do Banco Central, a rede de atendimento das cooperativas financeiras no País cresceu 12,5% no ano passado, em comparação com 2021.

Os ativos totais das cooperativas de crédito de Goiás, que incluem outros bens e carteira de crédito, totalizaram R$ 29,7 bilhões no primeiro trimestre deste ano. Um aumento de 26,3% em relação ao mesmo período de 2022. A carteira de crédito (total de empréstimos ativos) somou R$ 18,2 bilhões nos primeiros três meses deste ano. Aumento de 23,5% em relação ao primeiro trimestre de 2022. Para se ter uma ideia da evolução, a carteira de crédito de todo o Sistema Financeiro Nacional cresceu 14% no ano passado.

Cooperados

Esses números do Sistema OCB/GO foram levantados com base nas informações do BureauCoop. Que contém dados de todo o Sistema Nacional de Crédito Cooperativo (SNCC) e do Banco Central. “As cooperativas de crédito têm avançado fortemente em Goiás, por conta de sua gestão altamente profissional. Mas também por suas vantagens competitivas e pelo bom desenvolvimento econômico do Estado”, afirma Luís Aberto Pereira, presidente do Sistema OCB/GO.

Luís Alberto ressalta que esses diferenciais têm levado mais goianos a aderirem às cooperativas de crédito. Prova disso, afirma, é o aumento no número de cooperados em Goiás e no Brasil. No primeiro trimestre deste ano, somaram 444,5 mil, um aumento de 26,7% em apenas 12 meses (eram 350,6 mil no início de 2022). “Esse crescimento, inclusive, é acima da evolução da média nacional das cooperativas de crédito”, frisa. Segundo dados do BC, em 2022 o número de cooperados no segmento cresceu 14,5% no País.

Outros dois dados comprovam a saúde financeira das cooperativas goianas de crédito. Um deles é o total de depósitos, que no primeiro trimestre desse ano alcançou a cifra de R$ 19,4 bilhões. Aumento de 24,7% em relação a 2022. O outro é o patrimônio líquido, que, nos primeiros três meses de 2023, somou R$ 5,1 bilhões. Um crescimento de 20,7%, se comparado com o mesmo período do ano passado.

“Temos um ramo sólido e em crescimento. As cooperativas goianas têm uma conexão mais próxima com a realidade e com a demanda dos seus quase 450 mil cooperados. O acesso às cooperativas de crédito é mais fácil, oferecem atendimento personalizado e produtos financeiros de menor custo”, compara o presidente do Sistema OCB/GO.

Saiba mais: Empresas goianas demandam mais crédito

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.