quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Expansão: Grupo Artesanal compra duas marcas

Expansão: Grupo Artesanal compra duas marcas

A meta da empresa goiana é chegar a 2025 com 200 unidades no País, o que significa dobrar o tamanho em dois anos e meio.

4 de setembro de 2023

Evandro Tokarski: “Uma empresa goiana no coração de São Paulo é um avanço importante para o fortalecimento da marca”

O Grupo Farmácia Artesanal concluiu a aquisição de duas marcas no segmento. A Drogaderma, farmácia de manipulação com 51 anos de existência, em São Paulo. E a Healthline, uma marca carioca de suplementação alimentar e nutracêuticos voltada exclusivamente à prescrição de médicos e nutricionistas. Dessa forma, a holding goiana, com 42 anos e formada por cerca de 30 empresas, espera consolidar a sua presença no mercado do Sudeste.

Ao EMPREENDER EM GOIÁS (EG), o farmacêutico fundador e presidente do Grupo Farmácia Artesanal, Evandro Tokarski, anunciou que a meta é chegar a 2025 com 200 unidades em todo o país. Em suma, isso significa dobrar o tamanho em dois anos e meio, já que o grupo atualmente tem 104 pontos em 12 estados brasileiros, entre unidades próprias e franqueadas, com mais de 1,5 mil funcionários. Este número dobrou em dois anos. Em maio de 2021, eram 53 lojas próprias e franqueadas (saiba mais aqui).

“Acredito fortemente no crescimento econômico e nesse modelo híbrido”, afirma Tokarski. “Uma empresa goiana no coração de São Paulo é um avanço importante para o fortalecimento da marca”, frisa. O empresário não revela, no entanto, o valor negociado por força contratual. “Trata-se de um investimento significativo. É uma rede com quatro unidades em São Paulo, com mais de cinco décadas”, diz. As lojas paulistas geram 147 empregos diretos.

Sudeste

O avanço do Grupo Farmácia Artesanal pelo Sudeste do país começou em 2017, com a abertura de uma loja em Minas Gerais. Recentemente, foram abertas franquias da Artesanal em Ipatinga (MG) e Americana (SP). Em breve, outra será aberta em Ribeirão Preto. “É um colaborador que vai montar”, revela Tokarski.

Ele conta, com orgulho, que em dois anos 15 ex-funcionários da Artesanal investiram e abriram suas lojas.
O investimento é de R$ 650 mil a R$ 750 mil para franquia e de R$ 200 mil a R$ 250 mil para conversão de marca. Ainda sobre a conversão, Tokarski adianta que há mais de 20 empresas em avaliação. Nesse sentido, o fundador do grupo pondera que a intenção não é expandir por expandir, mas com atenção para a qualidade. “É como um processo seletivo”, afirma.

O grupo também quer expandir para a Região Sul do País. A primeira unidade, em Curitiba (PR), está em fase de montagem. O mercado do Nordeste também está no radar. Para que isso seja viável, o empresário diz que está buscando fundos para ajudar os empreendedores a montarem seus negócios e para consolidar o ambicioso plano de expansão da marca.

Leia também: Farmalaser abre filial no Rio e quer ser franqueadora

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.