terça-feira, 27 de fevereiro de 2024
Turismo goiano faturou R$ 335,7 milhões em setembro

Turismo goiano faturou R$ 335,7 milhões em setembro

Goiás ficou em nono lugar no País, segundo o levantamento da Fecomércio SP. No acumulado do ano, turismo goiano cresceu 7,1%.

29 de novembro de 2023

O setor de turismo em Goiás faturou R$ 335,7 milhões em setembro deste ano. Um resultado 3,2% maior que o registrado no mesmo período de 2022. Com este desempenho, Goiás ficou em nono lugar no País. Segundo levantamento do Conselho de Turismo da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (Fecomércio SP). No acumulado do ano, o crescimento em Goiás é 7,1%.

Com faturamento de R$ 3,9 bilhões, São Paulo lidera o ranking. É seguido pelo Rio de Janeiro, com R$ 1,194 bilhão, Minas Gerais (R$ 1,102 bilhão), Santa Catarina (R$ 730 milhões) e Paraná (R$ 702,7 milhões). O estudo é elaborado com base nos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Em setembro, o turismo nacional faturou R$ 15,6 bilhões, resultado 1,7% maior que o do mesmo mês do ano passado. A projeção para o término deste ano se mantém na casa dos 11%.

Destaques

Dentre os principais destaques do mês, estão as atividades culturais, recreativas e esportivas. Com uma sequência de grandes eventos, nacionais e internacionais, o segmento registrou faturamento de R$ 1,35 bilhão em setembro. Aumento de 17,4% em relação ao mesmo mês do ano anterior. E deverá seguir apontando bons índices nos próximos meses.

Os alojamentos também contribuíram para o aumento no faturamento do setor, ao atingir R$ 1,71 bilhão, avanço anual de 12,4%. Segundo dados do Fórum dos Operadores Hoteleiros do Brasil (Fohb), houve aumento de 16,8% na taxa de ocupação dos hotéis nacionais, que chegou a 71,2%, em setembro. Ao mesmo tempo, a manutenção da tarifa média cobrada pelas acomodações contribuiu para o aumento das receitas da atividade.

Transporte aéreo

Embora tenha registrado um crescimento modesto em termos porcentuais, o transporte aéreo de passageiros registrou um novo recorde de faturamento para o mês de setembro, desde o início da série histórica, em 2011. Foram R$ 4 bilhões em receitas, aproximadamente um quarto de todo o faturamento do Turismo no mês em questão.

O setor transportou 7,6 milhões de passageiros, abaixo dos 7,8 milhões registrados no mesmo mês de 2019, o que representa alta nos preços.

De acordo com a FecomércioSP, o turismo deverá permanecer aquecido durante o último trimestre de 2023. “Mesmo com o aumento dos preços, os consumidores conseguirão aproveitar condições especiais, seja pela variedade de destinos, seja pelas opções mais em conta, como o transporte rodoviário”, prevê.

Saiba mais: Setor de turismo goiano tem 3ª maior alta do País

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.