quarta-feira, 28 de fevereiro de 2024
Grupo Cereal busca captar R$ 300 milhões

Grupo Cereal busca captar R$ 300 milhões

A empresa goiana de trading de grãos e industrialização de soja inaugura neste ano a sua segunda unidade esmagadora em Rio Verde.

6 de janeiro de 2024

Unidade de esmagamento do Grupo Cereal em Rio Verde (GO)

O Grupo Cereal busca captar R$ 300 milhões no mercado para ampliar os investimentos em expansão neste ano. A operação será via Certificados de Recebíveis do Agronegócio (CRA), lastreados em debêntures próprias, emitidos pela securitizadora Virgo. A informação é da revista Globo Rural.

Segundo a revista, a oferta prevê a emissão em três séries. A primeira prevê remuneração de CDI + 2% ao ano, a segunda, de 7,69% ao ano; e a terceira, de 7,90% ao ano.

A proposta de emissão recebeu rating preliminar ‘brA+’ pela agência de classificação de risco S&P Global Ratings. Que prevê “preços favoráveis” e “clima propício para a produção de soja”. A agência estima que a empresa goiana manterá suas margens acima de 5% nos próximos anos.

Inauguração

A empresa goiana de trading de grãos e industrialização de soja, fundada pelo empresário e produtor Evaristo Lira Barauna, inaugura neste ano a sua segunda esmagadora de soja em Rio Verde. O grupo também produz ração e biodiesel.

A nova unidade de esmagamento deve entrar em operação em até dois meses. Teve a sua construção financiada com empréstimo com o Banco do Brasil e recursos próprios.

Os recursos do CRA deverão apoiar a operação da planta, formando capital de giro para a compra da soja e no investimento em ampliação da capacidade de armazenamento.

Saiba mais: Grupo Cereal investe R$ 200 milhões em expansão

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.