segunda-feira, 15 de abril de 2024
IBGE: PIB brasileiro cresceu 2,9% em 2023

IBGE: PIB brasileiro cresceu 2,9% em 2023

A economia brasileira somou R$ 10,9 trilhões em 2023, segundo dados consolidados do IBGE. Mas apresentou desaceleração no final do ano.

1 de março de 2024

O Produto Interno Bruto (PIB) do Brasil cresceu 2,9% no ano passado. O resultado oficial foi divulgado nesta sexta-feira (1/3) pelo IBGE. Com isso, a economia brasileira somou R$ 10,9 trilhões em 2023. Já o PIB per capita alcançou R$ 50.193,72, avanço real de 2,2% ante o ano anterior.

Houve aumento de 3,0% no valor adicionado a preços básicos e de 2,1% no volume dos Impostos sobre Produtos Líquidos de Subsídios. O resultado do Valor Adicionado neste tipo de comparação refletiu o desempenho das três atividades que o compõem: agropecuária (15,1%), indústria (1,6%) e serviços (2,4%).

A alta na agropecuária decorreu, principalmente, do crescimento da produção e ganho de produtividade da atividade agricultura. Segundo o IBGE, várias culturas registraram crescimento de produção em 2023. Tendo como destaque a soja (27,1%) e o milho (19,0%), que alcançaram produções recordes na série histórica.

Indústria

Já na indústria, os destaques positivos foram as Indústrias extrativas, que cresceram 8,7% devido, principalmente, à alta na extração de petróleo e gás natural e de minério de ferro. As indústrias de transformação (-1,3%) apresentaram desempenho negativo. A construção também registrou queda de 0,5%.

Em serviços, todas as atividades apresentaram crescimento: atividades financeiras, de seguros e serviços relacionados (6,6%), atividades imobiliárias (3,0%), informação e comunicação (2,6%) e transporte, armazenagem e correio (2,6%) foram destaques.

A despesa de consumo das famílias avançou 3,1% em relação ao ano anterior puxada pela massa salarial real, pelo arrefecimento da inflação e pelos programas governamentais de transferência de renda.

Desaceleração

O PIB apresentou estabilidade (zero crescimento) na comparação do quarto com o terceiro trimestre de 2023, na série com ajuste sazonal. A indústria avançou 1,3%, os serviços apresentaram variação positiva de 0,3%, enquanto a agropecuária recuou 5,3%, respectivamente.

Frente ao 4º trimestre de 2022, o PIB avançou 2,1%, apresentando o 12º resultado positivo consecutivo nesta comparação. A Agropecuária registrou estabilidade, pelo desempenho de alguns produtos que possuem safra relevante no trimestre e pela produtividade.

Saiba mais: PIB: Centro-Oeste se destaca nacionalmente

O portal EMPREENDER EM GOIÁS tem como principal objetivo incentivar, apoiar e divulgar os empreendedores goianos com conteúdos, análises, pesquisas, serviços e oportunidades de negócios.

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.