terça-feira, 18 de junho de 2024
Luziânia se torna novo polo de turismo em Goiás

Luziânia se torna novo polo de turismo em Goiás

A projeção é que os investimentos somem R$ 5 bilhões em Luziânia, atraídos pelo potencial turístico nas margens do lago Corumbá IV.

2 de junho de 2024

Banhada por um dos maiores lagos do Brasil, a cidade de Luziânia tem ganhado reconhecimento como uma nova vertente para o turismo em Goiás. Prova disso é que o município pode receber, nos próximos cinco anos, investimentos de até R$ 5 bilhões em novos empreendimentos. Segundo estimativa do secretário municipal de Desenvolvimento Econômico, Marcos de Araújo Melo, para o EMPREENDER EM GOIÁS.

Um dos principais investimentos é do Bali Park, complexo turístico com parque aquático, marina, resort e condomínios de alto padrão. O investimento no projeto soma R$ 1,2 bilhão. Além dele, um grupo norte-americano também anunciou a construção do Wyndham Luziânia Corumbá IV Lake Resort, primeiro projeto de multipropriedade da empresa no estado.

Outro empreendimento de grande porte é uma vinícola com a capacidade de produzir um vinho 100% luzianiense. Além disso, o grupo prevê a construção de um resort para turistas que querem acompanhar o processo de fabricação do vinho.

Marcos de Araújo pontua que os investimentos em turismo devem gerar diversos benefícios para a população local. Como a criação de empregos, o aumento da renda e a melhoria da qualidade de vida. Com a atração de mais turistas, o comércio e os serviços devem experimentar novo crescimento.

Qualificação

Mas ele alerta que é necessário que haja mão-de-obra qualificada para que os turistas sejam bem assistidos e retornem à região. “No final deste ano, deve ser inaugurada a Escola do SESI Senai, que vai ser uma das maiores do estado de Goiás, com investimento de mais de R$ 60 milhões. Todo bancado pela FIEG. E estamos também buscando capacitações junto ao Senac”, destaca.

Além disso, o secretário destaca a oferta de diversos incentivos, como a redução de impostos e a facilitação do acesso ao crédito. “Então, a prefeitura vai incentivar tudo o que for possível, dentro da legalidade, para que essas empresas se estabeleçam na cidade”, diz.

Potencial turístico

O presidente da Goiás Turismo, Fabrício Amaral, destaca que Luziânia tem se tornado atrativa para o turismo náutico. Mas destaca outras formas turísticas para atrair público ao município. “A gente tem nesta região do Entorno em torno de 2 milhões de pessoas e com potencial de turismo muito grande em diversos segmentos”, frisa.

Ele também cita o turismo rural e as festas religiosas tradicionais, o que possibilitará incentivar o turismo cultural e religioso. “Além dos investimentos às margens do Lago Corumbá IV, um dos maiores do Brasil em volume de água”, afirma.

O lago fica no Rio Corumbá e foi represado para construção da usina hidrelétrica de mesmo nome, que iniciou a operação em 2006. Com aproximadamente 173 quilômetros de área e capacidade para 3,7 trilhões de litro d’água, banha sete cidades goianas: Abadiânia, Alexânia, Luziânia, Silvânia, Novo Gama, Corumbá de Goiás e Santo Antônio do Descoberto.

Os turistas correspondem a 86 % das pessoas que circulam pela região. Desses, 61 % vão até o local por lazer, 23% para investir e 16% para descanso.

Leia também: Nova região turística: Encantos do Planalto Central

Deixe seu comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não será publicado.

Últimas Publicações Últimas Publicações